A tendência é mobile!

A tendência é mobile!

O Mobile é uma tendência que tem grande destaque já há algum tempo na maior parte da Europa e da Ásia, mas só recentemente começou a ganhar forças nos Estados Unidos e Canadá e, com o Brasil liderando esse uso na América Latina. Graças ao surgimento das redes 3G, tabletes, smartphones entre outros dispositivos portáteis, é cada vez mais popular o uso desses aparelhos para a compra online. São milhares de pessoas que utilizam, principalmente celulares, para as compras na internet, sendo possível que um dia todas as transações sejam feitas a partir desses dispositivos. Sem dúvidas o mobile é a tendência do momento e, as marcas precisam entender que esse será o futuro de seu negócio, por isso investir nessa “nova onda” é essencial. Saiba melhor sobre o mobile e porque aderir a essa tendência. O que é Mobile? Mobile nada mais é que dispositivos ou serviços móveis, ou seja, o seu celular, que antigamente era usado somente para fazer e receber ligações, e nos dias de hoje podemos dizer que possuímos um computador em mãos. Cada vez mais pessoas estão conectadas a internet através de um smartphone, e no ano de 2015 o mobile ultrapassou o desktop. Hoje o Brasil é o 4° maior mercado de smartphones do mundo. As pessoas ficam 24 horas por dia ligadas em seus celulares para fazerem pesquisas, acessar Facebook, realizar compras entre muitas outras tarefas. O mobile está tão integrado ao nosso dia a dia que acabamos por nem perceber a profundidade do impacto. Ele transforma a vida das pessoas, assim como mercados e indústrias inteiras, além de ditar a maneira...
Case de Sucesso: Dafiti

Case de Sucesso: Dafiti

Os números são assombrosos: em 2015 o e-commerce teve um faturamento de vendas de R$ 41,3 bilhões, com tíquete médio 12% maior do que no ano anterior, alcançando R$ 388 de acordo com a E-Bit. E não é de hoje que o setor não conhece crise. Você pode até não saber, mas algumas das lojas mais famosas e bem sucedidas do momento começaram justamente vendendo apenas online. Dentre os cases de sucesso e-commerce, o Dafiti merece destaque. Estima-se que a empresa, criada por quatro rapazes há apenas seis anos, só no primeiro ano rendeu nada menos que R$ 400 milhões, com cerca de 72 milhões de visitas ao site. Fazendo o que? Vendendo sapatos pela internet. Loja física concretiza o conceito da empresa Apenas em março de 2015 eles montaram sua primeira loja física, a Dafiti Live, em São Paulo, uma loja conceito de três andares com roupas, sapatos, produtos de beleza e acessórios com um sistema de vendas diferente: você experimenta o que quiser e depois é tudo entregue em casa. Em cada andar você encontra tablets, smartphones e computadores Samsung à sua disposição, já que a ideia é oferecer uma experiência tecnológica aliada ao processo de compra. Há ainda uma cheesecakeria aberta para a rua e um espaço para eventos. Modelo de negócio já testado para o sucesso Tudo isso não chega a ser surpreendente vindo de uma experiência de e-commerce de extremo sucesso, ainda que a fórmula não tenha sido novidade. Na verdade, os quatro rapazes que chegaram ao Brasil em 2010 para ocupar um quarto de hotel – os alemães Malte Huffmann e Malte Horeyseck, o...
Como bater metas e atingir os seus objetivos?

Como bater metas e atingir os seus objetivos?

Todo empreendedor que tem uma loja online pretende que ela seja um sucesso, claro, mas de acordo com pesquisa realizada pela Big Data Corp, a maioria delas fecha nos primeiros três meses de vida. O motivo é simples: elas não conseguem atingir suas metas porque não têm objetivos bem definidos, essenciais a qualquer empreendimento. Muitas ainda conseguem sobreviver mais tempo, mas sem um bom planejamento, a tendência é que a carreira acabe indo por ralo abaixo. Por isso separamos cinco dicas que ajudarão você a alcançar suas metas no e-commerce de forma prática e sem estresse. Veja como se planejar melhor para alcançar suas metas 1. Defina o que você realmente quer O primeiro passo é pensar no que você realmente quer para a sua vida, para a sua carreira. Quer ganhar o suficiente para ter uma vida sem sobressaltos econômicos ou pretende conquistar sua independência financeira? Como você se vê daqui a cinco ou seis anos? Traçar seu objetivo é a primeira etapa. Faça uma escada imaginária e coloque-o lá no topo. Agora pense em todos os degraus que você terá que subir até chegar lá. Quais são eles? Cursos de capacitação, investimentos em softwares, elaboração de estratégias de marketing digital, terceirização de serviços, ampliação de seu networking, expansão da carteira de clientes? Nomeie cada um desses degraus com esses passos, eles serão as suas “submetas”, aquelas que o ajudarão a chegar ao seu objetivo final. 2. Mensure tudo o tempo todo Uma das boas coisas do empreendedorismo online é que tudo pode ser mensurado, o que possibilita que você tenha a exata noção do que está ou não funcionando...
Entenda o que é o e-commerce de nicho

Entenda o que é o e-commerce de nicho

Diante da competitividade no segmente de vendas tradicional, o e-commerce voltado para nichos de mercado específicos vem ganhando cada vez mais espaço. O crescimento do comércio eletrônico, que gera valores na casa dos trilhões de dólares se expandiu ao longo dos últimos anos, tornando o e-commerce de nicho um investimento interessante para quem deseja apostar em um novo negócio. Tendo como base uma demanda de produtos já existente, mas ainda não suprida, ele trabalha com grupos específicos de pessoas, que não têm suas necessidades e desejos atendidos pelas grandes marcas. Confira algumas informações, e motivos para investir no e-commerce de nicho: A importância de conhecer seu público Ao eliminar a ideia de lidar com o grande público e investir em um grupo mercadológico bastante específico, é essencial que o empreendedor conheça este grupo, ou seja, que se aproxime do seu público alvo e procure entender com clareza o que procura. O relacionamento próximo com o cliente é elemento fundamental ao e-commerce de nicho e contribui para que os investimentos do empreendimento sejam direcionados de forma correta. Para tal, é importante não somente realizar pesquisas, mas também dialogar com fornecedores e vivenciar o seu nicho de atuação, uma vez que conhecê-lo profundamente significa adotar ferramentas coerentes e canais acessíveis a este, facilitando a interação. Pense fora da caixa! Quando se fala no trabalho com nichos específicos do mercado, pensar fora da caixa é essencial, uma vez que as grandes empresas do comércio tradicional procuram cada vez mais expandir seu alcance no mercado através de um mix de produtos diversificado. Tornar-se um especialista em produtos que atendam a grupos pouco explorados...
E-commerce: quais são as apostas para 2016

E-commerce: quais são as apostas para 2016

Contando com um número maior de consumidores e com novas demandas surgindo, as lojas virtuais brasileiras vêm buscando se adaptar às novas “situações” de uma forma bem rápida. Logicamente,  essa capacidade de adaptação faz com que o segmento não apenas se destaque, mas também seja um dos mais resistentes em tempos de crise pelos quais estamos passando. E apesar da crise econômica de 2015, o seguimento de E-commerce no Brasil não foi afetado. Pelo contrário, as expectativas são de crescimento de cerca de 20% até o final do ano. As principais tendências e novidades de e-commerce para 2016 são: Destaque para o Mobile Commerce Sem dúvidas o grande destaque para esse ano é o Mobile Commerce, que nada mais é do que as compras feitas através de um dispositivo móvel. Esse crescimento se deve ao fácil acesso à internet através de um smartphone e é claro, a grande popularização dos tablets. Então, se você possui ou pretende montar uma loja virtual é importante facilitar e melhorar a experiência do usuário que faz suas comprar através do celular e/ou tablet. Além disso, criar promoções exclusivas a esses internautas faz toda a diferença na hora da fidelização. O crescimento do Social Commerce Comércio Social ou mais conhecido como Social Commerce é a integração do e-commerce com as mídias sociais. O grande objetivo dessa forma de venda é permitir que os consumidores compartilhem suas compras on-line, fornecendo suas opiniões sobre o produto e até mesmo ajudando outras pessoas na tomada de decisão de compra. O Facebook é a rede social responsável por 85% das compras que são realizadas pelo Social Commerce. Mas, vale ressaltar que o...