Afinal, o que é crowdsourcing?

Afinal, o que é crowdsourcing?

Muitos têm usado o termo crowdsourcing, mas você sabe o que isso significa? Saiba que o crowdsourcing deriva de duas palavras do inglês, crowd, que quer dizer multidão e source, que significa fonte, e para a tradução do termo, para entendermos melhor o que quer dizer, o crowdsourcing pode ser definido como fonte de informações.

Mas, afinal, o que é crowdsourcing?

O crowdsourcing é uma fonte de informações vindas de uma multidão. Ou seja, para você enterder melhor o termo, pense em pessoas que se juntam para resolver problemas de forma unida, seja para criarem conteúdo, desenvolver novos produtos, encontrarem soluções, entre outras alternativas. Movimentos, cooperativas e sites podem ser bons exemplos de crowdsourcing.

Hoje, muitas empresas têm utilizado do crowdsourcing para facilitar as suas vidas. Elas precisam da opinião sobre seu produto antes de ele finalmente ser inserido no mercado para evitar falhas ou fracassos no meio do caminho. E o que as empresas fazem? Acham um crowdsourcing para testar os produtos e darem a sua opinião valiosa. Uma solução certamente barata, rápida e eficaz.

Como funciona o crowdsourcing?

A organização ou uma empresa faz um convite na web, como em redes sociais ou sites, para que colaboradores ou outras empresas possam ajudar com o seu conhecimento para determinado projeto ou para a solução de um problema. O modelo pode ser remunerado ou voluntário, sendo que o colaborador ou a empresa só precisa apresentar as soluções para a empresa que está realizando o crowdsourcing e a esta cabe avaliar as melhores soluções ou respostas para o problema apresentado.

Vale citar que neste modelo, a empresa realiza uma consulta na nuvem, o crowd, de produção, e assim anuncia o problema e define um preço, caso o projeto seja remunerado. O processo recebe o nome de broadcasting. As pessoas e as empresas inseridas na nuvem aparecem com as propostas ou ainda com a solução pronta, e você tem a tarefa de escolher a melhor que se adequa ao seu problema ou projeto. As soluções podem vir desde pessoas amadoras até mesmo das mais experientes no assunto.

E com a web ficou muito mais fácil de organizar estas comunidades de crowdsourcing e por isso a sua crescente popularização. Ainda não muito popular no Brasil, o crowdsourcing é uma ideia bastante difundida nos Estados Unidos.

Exemplos de crowdsourcing

istockphoto.com

O sistema armazena milhões de fotografias de milhões de fotógrafos. Se você precisa de uma foto de certo assunto, basta entrar no site, fazer sua pesquisa e comprar a foto do tema em questão.

Threadless

A Threadless é uma empresa que produz t-shirts, mas seus desenhos são enviados pelos usuários da comunidades. Os ganhadores da arte ganham uma t-shirt e um prêmio em dinheiro.

Wikipedia

O site é o maior exemplo do conceito de crowdsourcing, já que criou a maior enciclopédia virtual por meio da colaboração dos internautas na escrita de conteúdos, e correção de informações.

We do logos

O We Do Logos é o primeiro site de concorrência criativa do País, que traz uma ideia bem legal. O cliente divulga as características de seu projeto e os designers concorrem entre si para criar a arte.

LogoChef

O LogoChef é uma plataforma online que possibilita a criação de diversos projetos design, para todos os tipos de negócios. É uma oportunidade única de aproximar as empresas dos melhores criativos brasileiros.

Outra demonstração bem legal sobre o conceito de crowdsourcing é a plataforma que a Fiat criou para coletar ideias sobre como deve ser o carro do futuro.

Para entender mais sobre o assunto, recomendados o vídeo de Jeff Howe, um dos fundadores desse conceito tão interessante.

Deu pra entender o que é crowdsourcing? Coloque suas dúvidas nos comentários que teremos prazer em respondê-las!