Entenda o que são as microtarefas

Entenda o que são as microtarefas

Antes de falar de microtarefas, você precisa entender que o Crowdsourcing é um sistema de criação ou de produção de algo que é feito através da colaboração e do conhecimento de várias pessoas. Juntas, elas criam, solucionam os problemas existentes e desenvolvem produtos, cada um dos indivíduos aplicando um pouco do que sabe.

Sempre que necessário, a empresa consulta a nuvem (crowd) de produção. Lá, ela conta que está com um problema ou uma demanda nova e determina um preço. O que acontece depois? Os participantes dessa nuvem, sendo pessoas físicas ou jurídicas, aparecem com propostas diversas ou até mesmo com a solução já pronta e a melhor é escolhida pela empresa que consultou as pessoas da nuvem. Embora isso ainda não seja muito popular no Brasil, a tendência é que pouco a pouco venha ganhando espaço. Mesmo porque, com a Internet, organizar essas comunidades ficou muito mais fácil.

Já o crowdsourcing de microtarefas consegue pegar um trabalho muito complexo, dividi-lo e organizá-lo em vários fluxos de trabalho, dividindo as grandes tarefas em pequenas e  independentes. Estas serão executadas por trabalhadores transitórios.

Já há várias plataformas que são populares e atuam com o processo de microtarefas. Nesta plataforma, microtarefas são geralmente chamadas de HIT (Human Intelligent Task). Elas podem ser usadas para várias atividades como:

1. Microtarefas de tradução

Dividir um texto em fragmentos menores (frase ou mesmo parágrafo). Cada pequeno fragmento a ser traduzido é uma microtarefa que pode ser realizada por diversas pessoas.

2. Microtarefas de transcrição

Várias pessoas colocam por escrito o que foi dito em um arquivo de áudio, vídeo ou até mesmo arquivos de imagem que representam textos solicitados.

3. Microtarefas de investigação

Várias pessoas respondem a questionários para estudos psicológicos, sociológicos, etc. Como há vários cadastrados nas plataformas que organizam os trabalhos de microtarefas, a investigação é feita com agilidade e os dados obtidos rapidamente, o que é vantajoso para quem está realizando a pesquisa.

Um exemplo que podemos abordar de microtarefas é a criação de novos formulários e tabelas.  Muitas vezes, a empresa precisa renovar as suas planilhas e até mesmo transferir dados antigos para formulários novos. Uma maneira rápida e eficiente de fazer isso é quebrá-lo em microtarefas. Quando dividido em várias partes, ele é distribuido para pessoas que estão em vários locais do mundo. Cada um faz um pedaço do serviço, sem interferir no do outro e rapidamente tudo fica pronto. Um exemplo de empresa que realiza esse tipo de trabalho no mundo é a Microtask.

Entre as vantagens da utilização das microtarefas podemos destacar a diversidade e a flexibilidade dos envolvidos. É uma tendência mundial e promete invadir o Brasil em pouco tempo.

Você acha que as microtarefas ajudariam a sua empresa? Comente abaixo!